obter uma cotação
  • - Pdf Download GráTis

    2 defini o entende-se por concreto auto-adens adens vel (caa), o concreto de grande fluidez, capaz de preencher os espa os vazios das formas, envolvendo as armaduras, sem perda da estabilidade e se auto-adensar adensar sob o efeito da gravidade. um concreto s s ser considerado auto-adens adens vel, se tr s propriedades forem alcan adas: adas: fluidez; coes o necess ria .

  • Agregadoserochas Apostila | Pdf | Areia | Concreto

    2.6.1) areia natural: considerada como material de constru o, areia o agregado mi do. a areia pode originar-se de rios, de cavas (dep sitos aluvionares em fundos de vales cobertos por. capa de solo) ou de praias e dunas. as areias das praias n o s o usadas, em geral, para o preparo de concreto por causa de .

  • Ibracon - Atividades, Congresso Brasileiro Do Concreto

    A 45 edi o do congresso brasileiro do concreto, realizado pelo ibracon de 16 a 20 de agosto, em vit ria (es), congregou a elite da engenharia estrutural e da tecnologia do concreto. cerca de 800 participantes (dos quais 190 estudantes) participaram do evento que, a cada ano, torna-se mais conhecido como o grande f rum para divulga o .

  • Apostila Complementar Ctc Pdf | Cimento | Concreto

    A esc ria granulada de alto-forno possui propriedades hidr ulicas, isto , (2008), o concreto massa definido como o concreto em uma estrutura maci a, por exemplo, viga, pilares, as adi es s o utilizadas em substitui o parcial do cimento para reduzir o calor de hidrata o, .

  • (Pdf) Efeito Da EscóRia De Alto Forno Na Resistividade

    Amostras de concreto com 50% de substitui o do cimento por tland comum por. esc ria de alto forno e observou aumento de 2,5 a 4,8 vezes nos valores de res aos. 7 dias, quando comparadas ao .

  • AvaliaçãO Do Potencial De UtilizaçãO Da EscóRia Granulada

    Cecatto, d. m. avalia o da utiliza o da esc ria granulada de fundi o (egf) como substitui o de parte do cimento em concreto: propriedades mec nicas. porto alegre, 2003. 145 f. disserta o (mestrado em engenharia) - faculdade de engenharia civil, universidade federal do rio grande do sul, porto alegre, 2003.

  • AvaliaÇÃO Do Ciclo De Vida De Concreto

    Cimento do brasil em 2013, cerca de 70 milh es de toneladas (um aumento de 56% em rela o ao ano de 2006), poss vel estimar-se um consumo de concreto anual de 437 milh es.

  • AdiÇÕEs Minerais E As DisposiÇÕEs Normativas

    Cimento e concreto, bem como das disposi es normativas relativas produ o de concreto no brasil e as implica es a serem geradas no mercado da constru o civil e na sociedade como um todo. palavras-chave: adi es minerais, esc ria granulada de alto-forno, concreto.

  • (Pdf) Estudo Comparativo Do Desempenho MecâNico Da

    Desta forma, foram produzidas amostras de concreto com substitui o parcial de areia por serragem em 5%, 7,5% e 10% do peso total da areia na mistura de refer ncia e, tamb m, amostras de .

  • Journal Articles: 'Concreto - Propriedades' – Grafiati

    Desta forma, foram produzidas amostras de concreto com substitui o parcial de areia por serragem em 5%, 7,5% e 10% do peso total da areia na mistura de refer ncia e, tamb m, amostras de concreto com as mesmas porcentagens de substitui es, por m, conjuntamente, com substitui o parcial do cimento por s lica ativa em 10% do peso total .

  • Efeitos Da AplicaçãO De EscóRia Granulada De Alto Forno

    Em seguida, para cada amostra de esc ria, realizou-se a moldagem de uma s rie de barras de argamassa empregando teores de substitui o de 25% e 40%, para verifica o do desempenho das mesmas na inibi o da reatividade do agregado. 4 resultados e coment rios 4.1 cimento portland.

  • EscóRia Granulada De FundiçãO Utilizada Como SubstituiçãO

    Ensaios de caracteriza o da esc ria apresentaram bons resultados para aplica o deste res duo como substitui o ao cimento, em termos de ndice de pozolanicidade, grau de vitrifica o, entre outros. em raz o de um grande n mero de estruturas de concreto armado necessitarem de interven es, por n o apresentarem um desempenho .

  • EscÓRia Granulada De FundiÇÃO Utilizada Como

    Esc ria granulada de fundi o utilizada como substitui o ao cimento em concretos: avalia o de propriedades relacionadas com a durabilidade juliana soares reschke porto alegre 7.1.2 efeito isolado do teor de substitui o de cimento por egf sobre a.

  • Materiais Da ConstruçãO Civil - Materiais De ConstruçãO

    Esc ria granulada. • esc ria expandida – quando a esc ria resfriada com jatos de gua fria. o agregado ter dimens o na ordem de 12,5 a 32 mm. sua utiliza o pode ser em pe as isolantes t rmicas e ac sticas, como agregado gra do e mi do no preparo de concreto leve, e em concreto estrutural (com resist ncia de 8-20 mpa).

  • Efeito Da AdiçãO De EscóRia De Alto-Forno Em CompóSitos

    Foram moldados tr s corpos de prova para cada tra o, contendo 300 g de cimento portland cpv-ari, 22,5 g de biomassa de bambu tratada com gua fria, 150 g de gua, e com os teores de esc ria de alto-forno de: 0, 5, 10, 15, 25, 30, 40, 50, 60 e 70% em rela o a massa do cimento, buscando analisar os efeitos da adi o de esc ria de alto .

  • Revista Espacios. Vol 35 (Nº 3) AñO 2014

    Guney et al (2010) investigam a utiliza o de areia de fundi o em substitui o parcial da areia natural fina nas propor es de 0%, 5%, 10% e 15% em concreto. foi observado que o concreto contendo at 10% de areia de fundi o apresentou resultados de resist ncia compress o e tra o e m dulo de elasticidade semelhantes ao .

  • Efeito Da EscóRia De Alto Forno Na Resistividade EléTrica

    Idade das amostras de cp v. a res foi muito superior para o concreto com cimento de esc ria de alto forno em todas as idades, atingindo valor 9,7 vezes maior que amostra de concreto com cimento cp v aos 180 dias. palavras-chave: concreto, resistividade el trica superficial, esc ria de alto forno.

  • Cimento Portland Cp1

    No primeiro e no ltimo caso o cimento deve atender ainda a uma das normas nbr 5732, 5733, 5735, 5736 e 11578. se o cimento original for o portland de alta resist ncia inicial (nbr 5733), admite-se a adi o de esc ria granulada de alto-forno ou de materiais pozol nicos, para .

  • Isolamento TéRmico Do Piso Com As PróPrias MãOs

    O aquecimento da casa de madeira j est em fase de constru o. para fazer isso, o piso coberto com areia, e acima dele com argila expandida ou esc ria granulada. ao escolher um aquecedor, alguns param na sua naturalidade, para outros, a seguran a contra inc ndio importante.

  • Lume Inicial

    O primeiro transplante card aco realizado em humanos, em 1967, abriu nova era no tratamento da doen a card aca terminal. desde ent o, mais de 20.000 transplantes j foram realizados, de acordo com o registro anual da .

  • InfluÊNcia Da Basicidade Da EscÓRia De Alto Forno Como

    O uso de esc ria granulada de alto forno em substitui o parcial ou total ao cimento portland tem sido objeto de estudo de pesquisadores em todo o mundo.

  • Revista Da AsociaçãO Latinoamericana De Controle De

    Os concretos foram desenvolvidos em duas etapas usando areia silicosa de rio como agregado mi do e granito britado como agregado gra do (tamanho m ximo de 19mm), o conte do de materiais ciment cios (cumc) foi de 350 e 360kg/m e em todos os casos a rela o a/c foi de 0,50. o detalhamento completo sobre o concreto da primeira e segunda .

  • FissuraçãO De Origem TéRmica Em Blocos De FundaçãO

    Os valores do calor de hidrata o do cimento portland composto com adi o de esc ria granulada de alto forno empregados foram os obtidos em ensaios realizados em 2012. os valores obtidos atrav s dos ensaios s o apresentados no quadro 3. resultados (j/g) 12h 24h 41h 72h 120h 168h 148 260 282 288 294 301 quadro 3.

  • Estudo Da UtilizaÇÃO Da EscÓRia De Alto Forno

    Palavras-chave: concreto, esc ria de alto forno e resist ncia compress o. .10 (areia e esc ria), sendo que os mesmos estavam em conformidade com as normas de 20 mpa. o rejeito foi empregado como agregado gra do em substitui o da brita,.

  • AvaliaçãO Da UtilizaçãO De EscóRia Granulada De FundiçãO

    Para tanto foram moldados corpos-de-prova de concreto com diferentes combina es de teores de substitui o de cimento por esc ria granulada de fundi o (10%, 30% e 50%), em volume, e rela es gua/aglomerante (0,40; 0,55 e 0,70), comparando-se com o concreto refer ncia.

  • Efeitos Da SubstituiçãO Do Cimento Portland Por EscóRia

    Principalmente do uso da esc ria de aciaria bssf. com isto, o presente trabalho tem como objetivo avaliar o efeito da substitui o do cimento portland por finos de esc ria de aciaria bssf nas propriedades f sicas e mec nicas do concreto. 2. materiais e m todos 2.1 materiais nesta pesquisa foi utilizado cimento portland cp v – ari.

  • InfluêNcia Da Basicidade Da EscóRia De Alto Forno Como

    Propor o de materiais kg/ m tra o em peso materiais concreto de concreto com refer ncia esc ria cimento portland v 363 272 1 0,750 esc ria granulada de alto - 91 0,250 forno areia natural 570 570 1,574 1,569 areia artificial 244 244 0,675 0,673 brita calcaria 969 969 2,675 2,667 0,600- 0,600- gua 218 218 - 219 0,603 0,603.

  • ApresentaçãO Do Powerpoint

    Testes desde 1976, em partes de barragens. ccr: concreto de consist ncia seca que, no estado fresco pode ser produzido, transportado, lan ado (espalhado) e compactado com equipamentos empre-gados em servi os de terraplanagem. barragens: uma camada imediatamente sobre a anterior.

  • UtilizaçãO De EscóRia Granulada De FundiçãO (Egf) Em

    Utiliza o de esc ria granulada de fundi o em blocos de concreto para pavimenta o / daniel tregnago pagnussat. – 2004. disserta o (mestrado) – universidade federal do rio grande do sul. escola de engenharia. programa de p s-gradua o em engenharia civil. porto alegre, br-rs, 2004. orientadora : prof . dr. angela borges masuero.

gotop